Fiat 500 voltará a ser vendido no Brasil por R$ 55 mil

A Fiat do Brasil volta a importar para o Brasil o modelo sub-compacto 500, com preço sugerido, segundo concessionários, de R$ 55 mil reais.

Fiat 500 2018

O Fiat 500 chega com um facelift com novos para-choques, e interior com novidades como nova central multimidia UConnect.
Continuar lendo »

http://www.car.blog.br

VW Tiguan geração anterior volta a ser vendida nos EUA

A Volkswagen dos EUA volta a vender nos EUA o Tiguan de primeira geração, em versão única Limited, com preço sugerido de US $ 21.995 (R$ 70 mil), motor 2.0 TSI de 200 cv, transmissão automática de seis marchas, e opções de tração dianteira ou 4Motion®.

Volkswagen Tiguan 2018

O Tiguan Limited 2017 vem de série com rodas de aço de 16 polegadas, faróis de halogéneo, bancos em tecido, sistema de infotainment Composition Colour com Bluetooth® e câmera de visão traseira. Ao preço sugerido deve-se adicionais US $ 865 de frete. Opcionais são tração 4Motion (US $ 1.975) e rodas de liga leve de 17 polegadas ($ 495).
Continuar lendo »

http://www.car.blog.br

Guntherwerks 400R Concept is a $525K Modified 993 Porsche 911

The 993-generation Porsche 911 is considered by many in the Porsche enthusiast community as the last true 911. It was the last generation of the air-cooled engines and has thus earned titles like, “King of Porsche,” and “The Purists’ Holy Grail.” Even by today’s standards, the 993 911 is one hell of a sports car. […]

The post Guntherwerks 400R Concept is a $525K Modified 993 Porsche 911 appeared first on Motor Trend.

Depois do inverno [Alta Roda]

Continua difícil prever o que acontecerá nesse segundo semestre em termos de recuperação do mercado interno de veículos (automóveis e comerciais leves representam 95% do total). Depois da boa reação de junho, julho voltou a mostrar desaceleração no ritmo de vendas diárias. Ainda assim, é provável que no balanço final do ano o crescimento supere os 4% sobre os 12 meses de 2016, previstos pela Anfavea. São números descolados do aumento do PIB (soma de tudo que se produz no País) estimados em apenas 0,5% em relação ao ano passado.
Há algumas razões para isso. A primeira é o recuo de preços puxado pela baixa inflação, que deverá atingir apenas 3,5%, abaixo da meta de 4,5%. No caso da indústria automobilística isso ocorre de modo sutil. Além de realinhamentos de preços nominais, equipamentos agregam-se aos produtos sem mudanças nos preços sugeridos ou com acréscimos inferiores ao custo. Em termos reais, o comprador ganha, mas não é captado pelos institutos de pesquisa.

Recuo da inadimplência, em parte consequência da liberação de contas inativas do FGTS recém-concluída, refletirá em liberação de créditos para financiar automóveis neste segundo semestre. A taxa básica de juros (Selic) deverá recuar, no final do ano, para o nível mais baixo de sua história sem artificialismo. Ajudará a baixar juros do crédito ao consumidor.
Até o aumento de vendas diretas (frotistas, locadoras e outros) tem aspecto positivo. Mais pessoas procuram automóveis para trabalhar por meio de aplicativos de mobilidade urbana. Pode ocorrer um efeito negativo nas grandes cidades pela diminuição de interessados em manter carro próprio, porém nas de menor porte esse fenômeno deve demorar a surgir.
Um exemplo de que o setor automobilístico começa a se reerguer foi o 27º Congresso da Fenabrave (federação das concessionárias) realizado semana passada, em São Paulo. Além do presidente da República, nomes presidenciáveis para 2018 compareceram. Aos discursos de otimismo moderado com a recuperação econômica, apesar de incertezas da crise política, somaram-se anúncios de suportes à comercialização.
Um exemplo é a chegada ao Brasil da Kelley Blue Book, plataforma importante em cotações e informações on line sobre automóveis dos EUA, aqui em parceria com o site de compra e vendas iCarros. Por sua vez, o Itaú Unibanco anunciou ter desenvolvido uma ferramenta que “exige apenas três cliques para finalizar a simulação de compra e liberar o voucher de crédito”. Todo o processo pode demorar apenas 15 minutos. Segundo Rodnei Bernardino, diretor do banco, os preenchimentos de fichas cadastrais exigiam respostas a até 70 perguntas. Haja vontade de comprar um automóvel…
Já o Santander, dono do portal Webmotors, decidiu simplificar a compra e venda entre proprietários de veículos usados. Ampliação desse mercado facilitará a recuperação das vendas de carros novos aos primeiros sinais de volta da confiança e, por consequência, dos empregos. A longa série de lançamentos de modelos mais modernos e econômicos pode ser a centelha decisiva para o motor voltar a pegar depois do inverno.
RODA VIVA

Este colunista completará 50 anos de jornalismo sobre automóveis em 19 de agosto. Tudo começou em 1967 no programa “Grand Prix”, da TV Tupi, Rio de Janeiro, às 12h30. No banco ao lado, o parceiro Álvaro Costa Filho. Meio século de aprendizado contínuo que permanecerá enquanto leitores, ouvintes e atores desse setor assim desejarem. Obrigado a todos.

Ativa por 60 anos em São Bernardo do Campo (SP), unidade industrial de onde saía a Kombi abrigará produção do novo Polo. Foi totalmente modernizada com 373 robôs. Em cerimônia na fábrica, alguns Polos (só em outubro nas lojas) tinham capas na frente e na traseira. Volkswagen quer esconder pequenas mudanças estilísticas em relação ao modelo alemão.

Captur com câmbio automático CVT supre uma lacuna com motor de 1,6 litro. Respostas ao acelerador estão mais rápidas graças à redução adicional na polia de saída e possibilidade de seleção manual de 6 marchas virtuais. Ao pisar fundo no acelerador as rotações do motor se elevam bastante e velocidade aumenta de forma lenta. Mas vai bem em acelerações progressivas.
Comboio de caminhões em estrada tende a se transformar na primeira aplicação em grande escala de condução semiautônoma. Previsão de Reynaldo Contrera, da Wabco América do Sul, fabricante de sistemas de controle veicular. Ganhos econômicos e, em especial, de segurança rodoviária vão estimular sua adoção relativamente rápida, inclusive no Brasil.

Ressalva: Cinco anos de garantia e três primeiras revisões gratuitas no Kwid valeram como pacote promocional de pré-venda por cerca de 50 dias (até 2 de agosto). Agora garantia é de três anos e apenas primeira revisão, grátis. Quem financiar pelo Banco Renault ganha os três primeiros serviços de manutenção gratuitos. A fábrica não marcou o fim dessa segunda promoção.
Fernando Calmon (fernando@calmon.jor.br), jornalista especializado desde 1967, engenheiro, palestrante e consultor em assuntos técnicos e de mercado nas áreas automobilística e  de comunicação. Sua coluna automobilística semanal Alta Roda começou em 1º de maio de 1999. É publicada em uma rede nacional de 98 jornais, sites e revistas. É, ainda, correspondente no Brasil do site just-auto (Inglaterra).

http://www.platenpressprintshop.com.br

Aos 60 anos, Fiat 500 está de volta ao Brasil, na versão Cult 1.4 manual

Desde 2016, o Fiat 500 começou a rarear nas concessionárias brasileiras, já que a alta do dólar fez os preços subirem consideravelmente, diminuindo drasticamente o volume de vendas do modelo. Mas, no aniversário de 60 anos do “Nuova 500” – carrinho no qual o atual Cinquecento é baseado – a Fiat resolve retomar as importações do charmoso carro para o nosso mercado. Por fora, a única novidade da linha 2017 está no estilo das rodas de 15 polegadas com pneus 185/55 – isso porque o 500 vendido aqui é produzido no México, localidade que ainda não fabrica o modelo reestilizado que já sai da Polônia e abastece o mercado europeu.
O interior, no entanto, reserva algumas novidades para os fãs do Cinquecento. O modelo ganhou alterações no painel para receber a central multimídia Uconnect, com tela colorida de 5 polegadas sensível ao toque, com Bluetooth, bússola e comando de voz, entre outras funções. Também são novidades o indicador de troca de marcha, que indica o momento de subir ou descer marchas a fim de reduzir o consumo de combustível, além do monitoramento da pressão dos pneus que avisa quando um ou mais pneus estão com a pressão inadequada. Ambas as informações são exibidas no quadro de instrumentos.
Para quem sente saudades do 500C, se serve de consolo, o teto solar elétrico Sky Wind será item de série. O Fiat 500 2017 está disponível em versão única, Cult 1.4 Evo Flex, com câmbio manual de cinco marchas, pelo preço de R$ 61 396. De fábrica, além dos itens já mencionados, o 500 traz controle de estabilidade, auxiliar de saída em ladeiras, direção elétrica com dois níveis de assistência, volante (com comandos de som e controlador automático de velocidade) revestido de couro, modo de condução Sport, ar-condicionado, apoio de braço para o motorista e faróis com regulagem elétrica de altura.

Fiat Strada traz novidades em todas as suas versões na linha 2018

Há 17 anos sem largar o osso da liderança do segmento de picapes compactas, a Fiat Strada estreia agora sua linha 2018 com novidades em sua gama de versões. Nas versões Working e Hard Working, que como o nome indica são voltadas ao trabalho, o interior agora traz colunas, tecido de teto, maçanetas e forro de portas escurecidos, o que faz sentido para disfarçar a sujeira.

Já na versão Adventure, o principal destaque é a inclusão da central multimídia de 6,2 polegadas Mopar de série, similar à do Fiat Toro oferecida como opcional. Em todas as versões foi alterada a localização da porta USB, que antes estava no porta-luvas e agora fica no início do console central.
São ao todo seis opções de versões: Working 1.4 Cabine simples, Hard Working 1.4 Cabine simples, Hard Working 1.4 Cabine estendida, Hard Working 1.4 Cabine dupla, Adventure 1.8 Cabine estendida e Adventure 1.8 Cabine dupla. Desde a versão mais simples, são itens de série: computador de bordo, protetor e iluminação de caçamba. Opcionalmente, a picape pode receber protetor de cárter, grade do vidro traseiro, predisposição para rádio, ou o rádio propriamente dito com entrada USB e ar quente (!).
As versões Hard Working trazem nova identificação da versão na tampa traseira (antes ficava na lateral da caçamba), que nos pareceu mais improvisada. Entretanto, já trazem itens mais relevantes, como ar-condicionado, direção hidráulica, ajuste de altura do volante, rodas de aço escurecidas e protetor de cárter. Como opcionais, estão disponíveis: capota marítima, porta-óculos para o motorista, soleira das portas com inscrição “Hard Working”, faróis de neblina, travas e vidros elétricas, janela traseira corrediça, sensor de estacionamento traseiro, rádio Connect com CD player, USB e Bluetooth, calotas (na cabine estendida) e rodas de liga leve de 14 polegadas (para cabine dupla).
Nas versões Adventure 1.8 com cabine estendida ou dupla, a central multimídia vem com TV digital, CD e DVD player, rádio, conexão Bluetooth, GPS e câmera de ré, além dos itens da versão Hard Working completa e ainda: bússola e inclinômetros, volante revestido em couro com comando de som, capota marítima e rodas de liga leve de 16 polegadas. O único opcional é o diferencial Locker, que distribui o torque entre as rodas dianteiras para fugir de atoleiros em algumas situações.

Ao todo, são 6 opções de cores, sendo três sólidas (Branco Banchisa, Vermelho Alpine e Preto Vulcano) e três metálicas (Prata Bari, Cinza Tellurium e Verde Amazon). Vale ressaltar que os tons Cinza Tellurium e Verde Amazon são exclusivos das versões Adventure.
A Strada possui somente 1 ano de garantia contratual, mas o consumidor poderá contratar mais 12 ou 24 meses de cobertura direto na concessionária através do Mopar Vehicle Protection, que também oferece, junto ao financiamento do veículo, o plano de revisão pré-pago, podendo adquirir de duas a dez revisões. Há também a opção de extensão ou complemento dos produtos de Assistência 24 horas Confiat.
Tabela de preços

Strada Working 1.4 Cabine Simples – R$ 47 250

Strada Hard Working 1.4 Cabine Simples – R$ 53 490

Strada Hard Working 1.4 Cabine Estendida – R$ 60 240

Strada Hard Working 1.4 Cabine Dupla – R$ 63 740

Strada Adventure 1.8 Cabine Estendida – R$ 71 990

Strada Adventure 1.8 Cabine Dupla – R$ 75 490

Fiat Strada Adventure ganha multimídia e Working tem acabamento para se sujar

A linha 2018 da Strada adotou poucas mudanças, mas bem extremas. Da simplicidade à ostentação, da racionalidade ao aspiracional, ou, no popular: do pé de boi à completinha. Desta forma, as versões Working e Strada apresentam suas novidades. A mais interessante na família da picape compacta da Fiat é mesmo a central multimídia, que passa a ser de série na versão topo de linha Adventure. Com tela de 6,2”, o equipamento da Mopar (linha de acessórios da FCA Fiat Chrysler) tem TV digital, CD/DVD player, rádio, Bluetooth, GPS e câmera de ré. No embalo do novo item de série, a […]

Confira Fiat Strada Adventure ganha multimídia e Working tem acabamento para se sujar em Primeira Marcha.